Seguidores Amigos

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

13º Blogagem Coletiva - Café entre amigos


Pensei em muitas coisas, afinal não sou um exemplo de coragem, principalmente no que se refere a alturas, rss

Pensei em algumas coisas que gostaria de fazer também e não tenho coragem de assumir as responsabilidades por não se achar preparada no momento. 

Lembrei agora de grandes passos que dei, e que foram vitoriosos e que precisei de muita coragem, eu consegui, graças a Deus e ao apoio incondicional de meu esposo. 

Mais, tem algo que gostaria de fazer, mais não tenho coragem.... tenho receio de não ter mais tempo depois, e que não tenho coragem no momento: Ter um outro bebê. 

A falta de coragem, na verdade é novamente o medo das responsabilidades que agregam, sofri com minha filha as separações pela ausência por trabalho e estudo . 
Não estava com ela nos momentos marcantes, (até hoje na verdade) por estar sempre trabalhando e estudando, então não quero ter agora uma criança para outros cuidarem, para não poder estar disponível sempre que ela precisar de mim, sair de casa para trabalhar e ficar pensando no filho que ficou em casa doentinho, ou que foi para aquele passeio legal, ou que tinha a reunião de pais, mais que eu não poderia comparecer. 

Eu sei bem o que é se desdobrar fisicamente e emocionalmente  nessa correria moderna de hoje, e o quanto isso doi, sei também que tudo é questão de escolha, e por isso agora eu escolho esperar um pouco mais. 

O que os filhos realmente querem e precisam,  é da presença dos pais constantemente.

Não me sinto em débito de carinho e atenção a minha filha, pois o tempo que tenho disponível eu dedico a ela,  as nossas conversas e brincadeiras, as vezes, sinto que somos mais companheiras e mais proximas do que muitas mães e filhas que passam o dia inteiro em casa, mais também sei que o vazio da ausência dos momentos singelos, nunca serão preenchidos. 



















27 comentários:

  1. Que post mais gostoso de ler..
    Adorei por demais..
    Olha eu me vi enquanto lia.. porque sempre tive que trabalhar fora, ainda mais depois da separação e tendo que sustentar, filhas, casa, e tudo sozinha...
    Quantas reuniões de pais... festinhas na escola.. quantas coisas perdi..
    Por isso quando estamos juntas eu faço com que nossos momentos sejam inesquecíveis...
    Desculpe estar falando isso aqui, mas você colocou de uma forma tão linda que eu não me contive.
    Parabéns pelo post... pela emoção que colocou ao escrever..

    Um beijo carinhoso e uma tarde mais que linda viu?
    Sheila

    ResponderExcluir
  2. Patricia. Meus parabéns pela participação. Seu texto me emocionou duas vezes. Pela maneira que você o descreveu e pela identificação da minha falta de coragem de ter outro filho. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Patricia, não pela falta de coragem, mas pela coragem de assumir seus medos, por ser consciente e não fazer como muitos que tem filhos apenas pra mostrar a sociedade que também pode ser mãe/pai mas delega a outros suas responsabilidades, e parabéns por usar seus momentos com sua filha, entenda amiga, podem ser poucos, mas são verdadeiros, de qualidade, e é isso que ela vai levar pra vida dela quando ela mesma for mãe. Pois teve um exemplo lindo em casa.

    Parabéns!

    Abraços
    RioSul

    ResponderExcluir
  4. Boa Tarde Amiga.
    Hoje venho agradecer o carinho deixado no meu blog pelo meu aniversário.
    Agradeço a Deus por ter sua amizade e carinho muito tem me ajudado a romper
    muitos momentos difícil pelo qual tenho passado.
    A amizade é tudo nesses momentos conhecemos o carinho da amizade Sincera.
    Beijos no seu coração.
    Meu eterno agradecimento,Evanir..

    ResponderExcluir
  5. Olá Patrícia,

    Acho que vc é mais corajosa do que imagina, sua filha é linda, e no momento certo quem sabe o outro bebe nao vem.... tudo a seu tempo!

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Olá Patricia, que lindo post. sei bem o sentimento de medo de ter um outro filho, quando tive minhas filhas quase nem aproveitei-as na infância,perdemos os melhores momentos quando estamos fora trabalhando, estudando.
    Parabéns pela filhota, ela é linda, vocês são lindas.
    Adorei passar por aqui, beijinhos

    http://eternamentevv.blogspot.com.br/2012/09/bc-gostaria-de-fazer-mas-nao-tenho.html

    ResponderExcluir
  7. Rosa,que lindas as fotos suas com sua filha!Ela é linda e vc tb!Fiquei comovida com seu relato porque ter um filho precisa ter toda essa consciencia que vc tem, de que o carinho,o tempo vale mais que qualquer coisa material que se possa dar!Beleza de participação!bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  8. Que fofura de menina, vai la amiga deseja
    e tenha coragem de ter outro bebezinho, vale
    a pena sim, de outras a gente sempre deseja
    mas a coragem sai voando
    Abraços com carinho
    Rita!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Linda participação!
    http://anabelaemblogagenscoletivas.blogspot.com.br/2012/09/gostaria-de-fazer-mais-nao-tenho-coragem.html

    ResponderExcluir
  10. Lindo Pati sabe eu tbm não teria coragem de engravidar agora acho que já passou o tempo sei la, gostei demais ficou emocionante.

    ResponderExcluir
  11. Linda sua filha Patricia, realmente é uma correria a vida de mãe e trabalhar fora.

    ResponderExcluir
  12. Fotos lindas Patricia belo texto gostei.

    ResponderExcluir
  13. Sua filhota é linda como a mãe. Pati gostaria de convidar você para fazer parte do mosaico de amigos que coloquei lá no meu blog, já que somos parceiras de blog, brevemente eu irei excluir a página de blogs parceiros lá no blog, caso queira continuar com a parceria clique no link abaixo:
    http://lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/p/mosaico-de-amigos.html

    ResponderExcluir
  14. Vdd temos que pensar muito mesmo na família filho é uma alegria mas tbm temos que ver o que poderemos oferecer a eles.

    ResponderExcluir
  15. Oi Flor, que postagem mais LINDA!
    Também não tenho coragem de ter outro Bebê.
    Tenho um mocinho lindo de 12 anos, também me dedico a ele e tá bom demais.
    Ainda com esse mundo maluco que nós estamos vivendo
    Dá um pouco de medo mesmo.

    Beijos e uma Linda Quinta-feira
    Andrea

    ResponderExcluir
  16. Lindo post sua filha é uma princesa.

    ResponderExcluir
  17. ai gente , que princesa !É as instabilidade social que vivemos nos deixa amedrontados, mas quem já tem um filho deve aproveitar ao máximo,apesar de não ter filhos sei que é uma benção !
    Beijo!

    ResponderExcluir
  18. que lindinha sua filhota!

    Passando pra ver as novidades e deixar meu carinho...

    彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮
    "Lute com DERTERMINAÇÃO, abrace a vida com PAIXÃO, perca com classe e VENÇA com OUSADIA, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é MUITO para ser insignificante."

    bjsssss
    Lucinha

    ResponderExcluir
  19. Eu sou a favor de se tem um filho cuide bem, muitos tem dois ou tres e deixam nas mãos dos outros hoje em dia com tanta barbaridade que vemos é complicado um filho temos condições de estar mais presente.

    ResponderExcluir
  20. Oi Patrícia. Você emocionou com seu post. Decidir não ter outro filho é uma escolha responsável minha amiga. E Você é uma mãezona superdedicada. Um post magnífico minha amiga. Sua filha é uma linda princesinha. Amei ler seu depoimento. Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi, Patrícia. Achei sua postagem apaixonante. Também já tive que trabalhar bastante para sustentar minha filha praticamente (embora com a ajuda dos meus pais) e sei o quanto dói ficar longe. Por outro lado, agora ela já tem 17 anos, praticamente criada, eu gostaria muito de ter outro filho, ainda dá tempo (tenho 37)...mas só se for com o homem da minha vida, que está longe. Vamos ver o que o futuro nos reserva, não é? Um abraço!

    ResponderExcluir
  22. Patricia eu sei do que você está falando, depois de muito anos eu tive meu 3 filho e fico com ele em casa, não quero perder o que eu "perdi" com os outros.
    Mesmo que fazemos de tudo depois vem a cobrança de algum momento que não estavamos presente e isso marca a vida de todos.

    Amei a sua postagem

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá Rosa Branca,
    Primeiramente quero te agradecer pelos comentários no meu blog e principalmente por ter levado o selo do Telinha para cá. Já estou seguindo o seu belo espaço e é certo que virei regularmente aqui, pois adorei tudo!

    Dessa vez não participei dessa blogagem, mas o tema é muito bom, pois todos nós temos nossos medos e precisamos de coragem para vencê-los! Bem, tudo o que disse com relação a ter mais um filho faz sentido sim e é uma decisão que tem de ser muito bem pensada, pois os anos passam e a gravidez se torna um pouco mais difícil. Quem sabe procurar um emprego no qual trabalhe meio período não seja a solução?

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  24. Olá amiga Patrícia!

    Tudo bem?

    Só hoje consegui vir aqui te visitar e ler a tua participação na bc. Tive um problema complicado com vírus que já resolvi.

    Gostei da tua participação na blogagem. Mas sabes, perante a vida nós conseguimos ter coragem para ultrapassar os obstáculos. Deus ajuda-nos. A seu tempo, conseguirás encontrar uma maneira para ter outro filho.

    Beijos,

    Cris Henriques

    ResponderExcluir
  25. Olá Patrícia, que lindas fotos e você tem razão, a responsabilidade é grande em relação aos nossos filhos! Mas ter um já é uma grande felicidade!!! Lindas! Feliz final de semana! Um abração!

    ResponderExcluir
  26. Oi Patrícia!
    Você é linda, mocinha!
    Um conselho de uma mulher experiente e bem resolvida. Pense em você, meu anjo, pois quando os pimpolhos crescem não estão nem aí conosco.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir

Fico feliz com seu comentário !!!!!