Seguidores Amigos

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Pessoas como Érica servem de 'estepe' e não se dão bem no amor


FONTE : UOL - COMPORTAMENTO


Quem acompanha "Salve Jorge" sabe que Théo (Rodrigo Lobardi), por acreditar que Morena (Nanda Costa) está morta, decidiu pedir Érica (Flávia Alessandra) em casamento. E a veterinária, que sempre o amou, resolveu esquecer as mágoas do passado e dar novamente uma chance ao capitão da cavalaria.

Os telespectadores já perderam as contas de quantas vezes Érica foi rechaçada, chorou, penou e, depois de um tempo, reatou com Théo. E, com a volta de Morena ao Brasil com a filha nos braços, tudo indica que a loira sofrerá uma nova decepção.

Assim como acontece na trama da Globo, muitas mulheres enfrentam os problemas de Érica em seus relacionamentos: dão conselhos aos amados, oferecem um ombro amigo, ouvem suas confissões e são compreensivas ao extremo. Eles até ficam ao lado delas por um tempo, mas, por um motivo ou outro, uma hora acabam terminando o romance.

"Esse tipo de situação é mais comum do que se imagina, principalmente na cultura latina, em que a mulher costuma assumir a função de cuidadora e até de mãe do parceiro em alguns relacionamentos", afirma a psicóloga Regiane Rodrigues. "Muitas investem no papel de amiga já com a intenção de namorar o sujeito. A questão é que para alguns homens uma relação assim é carente de componentes eróticos", diz.

Pode até haver sexo, claro, mas se o amor não for recíproco, a exemplo de Théo, que não corresponde aos sentimentos de Érica, a relação não vai muito longe.
 
A psicóloga Renata Lucas explica que esse comportamento altruísta ao extremo é bem cômodo para certos homens. "No caso do Théo, por exemplo, ele deixou bem claro que gosta é da Morena. É uma forma de se eximir da culpa pelo sucesso ou não do namoro. Afinal, a Érica está ciente do que ele verdadeiramente sente", declara.

Para as especialistas, embora aquele que termina e reata a relação pareça o vilão da história, a responsabilidade pela situação dolorosa é de quem se conforma com os acontecimentos, por mais que machuquem.

"É um perfil de pessoa de baixa autoestima e que coloca os interesses dos outros à frente dos seus. Por medo de ficar só, vai engolindo sapos e aceitando as condições alheias. "Ruim com ele, pior sem ele", é o que ela pensa", diz Walkíria Fernandes, psicóloga e terapeuta sexual.
 
uol mulher

16 comentários:

  1. Oi Paty!
    É uma lástima se contentar com migalhas de amor.
    No amor a entrega é total. Lindo texto!
    Uma bela noite! Beijinhos!!!
    Gracita

    ResponderExcluir
  2. Paty, assumo minha ignorância novelística, a única coisa que acompanho são seriados e, portanto, não conheço os personagens.
    Mas você fez uma boa sinopse e análise deste tipo de comportamento que considero até comum. Só achei incomum a pessoa saber que o companheiro tem sentimentos por outra e ainda assim aceitar. Isto pra mim não é amor, tem outro nome.
    Muito obrigado pelos comentários (o post deu o que falar, rs, raramente respondo no próprio blogue, mas quando colocam em pauta a qualidade do que escrevo ou palavras em minha boca, tenho que me pronunciar) e a boa notícia você me trouxe dizendo ter adquirido o e-book. Espero que assim que passar a correria aí e possa ler, aprecie a leitura.
    Abraço parceira e obrigado por tudo.


    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
  3. Ela é uma burra de marca maior! Teria dado um chega pra lá e mesmo grávida ele não saberia! Aliás, esse CARA, tá deixando muiiiiiito a desejar,sr...beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Jamais ficaria em uma relação assim na primeira traição diria adeus...afffff

    ResponderExcluir
  5. Un artículo excelente y que da para debatir sin dudas, te dejo un fuerte abrazo!

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Que Deus abençoe sua vida ricamente. Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  7. Não acompanho a novela, ótima sexta! beijos

    ResponderExcluir
  8. Meu anjo tudo bem com vc? lindo que vc postou...gosto de texto que nos leva a refletir, o ponto que você norteou não foi a novela e sim pensarmos no amor próprio... constante ver situações como essa.. Parabéns... uma linda noite...ahhhhhhhhh espero vc em meu cantinho. beijos

    ResponderExcluir
  9. É verdade...situação mais comum do que se possa imaginar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Eu não ficaria com uma pessoa pelo meio
    amor total já é um pouco complicado imagina dividido
    não da mesmo....mas fazer o que se tem quem gosta
    Abraço minha querida bjuss
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Paty tudo bem?

    É complicado opinar quando se trata de outra pessoa, e de sentimentos, mas posso falar de mim.
    Eu jamais aceitaria alguém na minha vida com qualquer tipo de relacionamento inacabado ou resolvido. Afinal estar com quem se ama e não ser amado é muito pior do que ficar sozinha, essa é minha opinião.

    Se quer estar comigo que seja inteiro sem pedaços faltando.
    Mas acho que a novela é boa pra isso, para as pessoas olharem de fora o que elas mesmos vivem, quem sabe assim, aprendem a gostarem mais de si.

    Gostei do texto.

    Boa semana querida,
    Abçs e carinhos
    R e M

    ResponderExcluir
  12. Olá Patricia, venho aqui te convidar para uma tag, onde você será nosso entrevistado se aceitar nossa proposta.
    Deixo aqui o link para que você conheça a tag ( http://www.riosul2012.com/2013/04/entrevistados-do-trocyn-bao.html ).
    Espero sua visita.

    Abraços, linda tarde.
    Thiago

    ResponderExcluir
  13. Ótimo texto. E o Theo é o mocinho mais canalha da história das novelas. Érica não merecia isso. bj

    ResponderExcluir
  14. Eu não assisto essa novela, mais eu acho que receber resto de amor não é uma boa não. Pati gostaria de convidar você para responder uma pesquisa lá no blog, essa pesquisa é para a construção do Mídia Kit do blog, são apenas 5 perguntas rápidas, se quiser responder clica no link abaixo, fique com Deus beijos.
    http://lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/2013/04/pesquisa-com-os-leitores.html#comment-form

    ResponderExcluir
  15. Pessoal
    Ajudem comprando qualquer item da promoção da lojinha para ajudar nas despesas dos animais resgatados que aguardam adoção em lar temporário
    http://adoteumfocinhocarente.blogspot.com.br/2013/04/mais-coisinhas-novas-na-lojinha-itens.html


    ou comprando qualquer numero da rifa
    http://adoteumfocinhocarenterifas.blogspot.com.br/

    Por favor, ajudem na divulgação. Quem sabe aquele amigo que vc nem sabia quer adotar um animalzinho??
    WWW.adoteumfocinhocarente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Paty. :)

    Voltei novamente aqui. Estou a actualizar-me no teu blog hoje e a moderar alguns comentários no meu blog.
    Parabéns pelo artigo. Gostei muito. Infelizmente, às vezes entramos no relacionamento de corpo e alma, porém, se nessa relação já existir uma terceira pessoa bem antes de nós, então as coisas tornam-se bem mais difíceis... A nossa autoestima baixa, o amor-próprio vai desaparecendo sem que nos apercebamos. E depois sofremos e as coisas complicam-se, enfim... No fundo, sabemos que aquilo não vai resultar e que vai terminar daí a pouco.
    Então o que fazer?
    Devemos entregar nas mãos de Deus e aguardar pelo bom tempo.

    Beijinhos amiga,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir

Fico feliz com seu comentário !!!!!